Pai do prefeito de Macambira nega a acusação que está sendo feita contra o filho; em entrevista à uma emissora de rádio

Notícias | 07/10/2014 13h10 - Atualizada às 07/10/2014 13h21

Uma grave acusação está sendo feita contra o prefeito de Macambira, Ricardo Alves de Meneses Souza (PSD), filho de Carivaldo Souza, presidente da Federação Sergipana de Futebol.

Continua depois da publicidade

Um jovem identificado como Geovane de Jesus Santos, 23 anos, prestou queixa na delegacia do município de Macambira, gerando um boletim de ocorrência. Ele conta que foi ferido no braço por um tiro de revólver que supostamente teria sido disparado pelo prefeito de Macambira, Ricardo Alves de Menezes Souza. Na manhã desta terça-feira (07), Carivaldo Souza, negou que o filho tenha efetuado os disparos. Em entrevista ao programa A Hora da Verdade, Carivaldo Souza disse que “isso é mentira. Ricardo estava dormindo. Esse rapaz ai está mentindo. Nós vamos processar ele e ele vai ter que provar que foi meu filho”, explicou Carivaldo.

Durante a entrevista que era concedida por Carivaldo, um homem identificado como Luciano se apresentou como professor, voltou a afirmar que Ricardo Alves seria o autor dos disparos. “Eles estão acostumados a fazer isso. Eles não trabalham e não fazem nada. O desespero é que o grupo deles perdeu e eles estão desesperados”, afirmou Luciano.

Uma outra denuncia acabou sendo feita contra Carivaldo Souza. Um homem identificado como Adelson Lima, acusou o motorista do presidente da FSF de agredi-lo na tarde desta segunda-feira (06), após derrubá-lo da moto.

Continua depois da publicidade

Carivaldo e Adelson Lima trocaram acusações. Segundo declarações de Adelson, o motorista de Carivaldo teria descido do veiculo e após derrubá-lo da moto, desferiu soco e pontapés em seu corpo. Ele contou também que durante o suposto espancamento Carivaldo teria permanecido dentro do carro rindo do que estava acontecendo. “Ele ficou dentro do carro rindo”.

Carivaldo negou, afirmando que o que houve foi uma briga entre os dois e que “esse mau elemento foi quem provocou e acabou levando a pior”, garantiu Carivaldo.

Informações do FAXAJU

Tópicos Macambira
Mais Recentes
Comentários
Publicidade