Suboficial da Marinha natural de Campo do Brito morre atropelado em São Gonçalo

Campo do Brito | 26/03/2012 21h07 - Atualizada às 26/03/2012 21h15

O suboficial da Marinha, Jucemar Milton dos Santos, 45 anos, morreu, na noite de sábado, ao ser atropelado por uma motocicleta Yamaha preta, que era pilotada por William Fernandes Guimarães, 23. O acidente ocorreu pouco depois de meia noite no centro de São Gonçalo.

Segundo testemunhas, Jucemar, que atuava como maestro da banda da Marinha, tentava atravessar a rua, em frente ao condomínio onde residia na Avenida Presidente Kennedy, quando foi atingido pela motocicleta na calçada. Com o impacto da batida, o suboficial e o motociclista caíram. Os dois foram socorridos e levados ao Pronto Socorro de São Gonçalo (PSSG), no Zé Garoto.  Jucemar não resistiu aos ferimentos e morreu na unidade de saúde. Já William continuava internado até a tarde de ontem.

Continua depois da publicidade

Pessoas que presenciaram o acidente contaram que um Gol branco também participou da colisão e teria sido o responsável por arremessar a motocicleta em direção a Jucemar, que aguardava o sinal fechar para atravessar. O motorista do automóvel, no entanto, fugiu sem prestar socorro às vítimas.

Amigos de Jucemar revelaram que ele atuava, há 28 anos, na Marinha e há poucos meses tinha conquistado a vaga de maestro da banda oficial. Ele sonhava com a sua reforma, que aconteceria em dois anos, para voltar para sua cidade natal, Campo do Brito, Sergipe. “Ele era uma pessoa muito boa. O Jucemar era alegre e festeiro. Vai fazer muita falta”, disse um amigo. O suboficial deixa um casal de filhos e esposa.

O corpo do marinheiro será sepultado às 16h desta terça-feira, 27, em Campo do Brito.

Com informações do osaogoncalo.com.br
Foto: Facebook Sandro DJ

Tópicos Acidentes, Campo do Brito
Mais Recentes
Comentários
Publicidade