Câmara de Vereadores de Campo do Brito volta de recesso e plano de carreira dos funcionários do município é discutido

Campo do Brito | 17/02/2012 09h32 - Atualizada às 17/02/2012 20h25

Depois de quase dois meses de recesso, a Câmara de Vereadores de Campo do Brito voltou às suas atividades normais nesta quinta-feira (16).

A primeira Sessão Legislativa do ano foi aberta com a Mensagem do Chefe do Executivo Municipal, Manoel de Souza, através do seu secretário de comunicação, Alex Henrique. E contou com a presença de diversos funcionários públicos do município.

Continua depois da publicidade

A presença dos funcionários foi devido a discursão do projeto de planos e cargos e carreiras do município, que vem sendo um dos assuntos mais debatidos no município. O plano garante a progressão de carreira dos profissionais, assim como fixa o salário inicial e os direitos dos funcionários.

Ontem durante a sessão os vereadores explicaram aos presente que não iam por em votação o veto do executivo, mas somente analisar e explicar os fatos, pois segundo o presidente da câmara, João Batista Santos, após o retorno do recesso os mesmo teriam 30 dias para analisar.

Os vereadores também foram informados na mesma noite sobre um abaixo assinado feito por alguns funcionários, solicitando a aprovação do veto. O vereador, Etinho de Lorival, explicou o que é veto e o prejuízo que o plano traria aos funcionários, e pediu para que os mesmo pensassem se queriam que a câmara aprovasse o veto, mas segundo ele isso não iria acontecer, pois o pedido através do abaixo assinado são de pouco mais de 190 funcionários, e ele não iria prejudicar os restantes que são a maioria.

E o que parece que a caminhada desse plano vai ser longa.

– Entenda o andamento do projeto

O projeto foi enviado pela prefeitura municipal, no dia 14 de dezembro de 2011, sendo rejeitado pelos vereadores na ultima sessão do ano no dia 15. No dia 20 do mesmo mês, os vereadores se reuniram com alguns funcionários, ficou acordado que os funcionários iriam elaborar uma comissão para poder juntamente com a Prefeitura Municipal, corrigir os prováveis erros que pelo que se pode analisar, só vinha a prejudicar futuramente os mesmos, e o projeto ao ser corrigido será enviado novamente a câmara para ser analisada. O projeto analisado e aprovado pela câmara teve vários artigos suprimidos e foi enviado ao executivo.

Já no dia 10 de janeiro, o prefeito Manoel de Souza se reuniu com todos os funcionários municipais para discutir a implantação do Plano de Cargos, Carreiras e Salários (PCCS), e analisar os artigos suprimidos. E em decisão pela maioria presente o projeto enviado pela câmara de vereadores foi reprovado, ficando agora a depender de quando a câmara retorna-se do recesso para que a prefeitura reenvie o projeto, para tentar a aprovação.

Clique aqui e confira o Plano enviado pelo executivo.

Clique aqui e confira o Plano aprovado pela Câmara.

Da redação por William Vinícius

Tópicos Campo do Brito, Política
Mais Recentes
Comentários
Publicidade