Anuncie Topo
wm
Studio Milena Andrade
Supermercado
bbnet
Anuncie
Inordeste

Instituto de Identificação de Sergipe identifica corpo sepultado há mais de dois anos

Policial | 28/07/2023 10h08 - Atualizada em 28/07/2023 10h14

Nesta quinta-feira, 27, o Instituto de Identificação Papiloscopista Wendel da Silva Gonzaga (IIWSG) identificou cadáver pelo processo de necropapiloscopia, ação que acabou sendo responsável pelo fim da dor de uma mãe que, há mais de dois anos, buscava respostas sobre o paradeiro do seu filho.

Continua depois da publicidade

Após várias tentativas de descobrir o que aconteceu, a senhora Luiza Vieira se deslocou até o IIWSG, conversou com os papiloscopistas Eziel Oliveira e Messias Cavalcante e informou que o seu filho estava desaparecido desde o mês de maio de 2021, que, na época, tinha apenas 14 anos. De imediato, os papiloscopistas deram início às pesquisas nos arquivos do Instituto de Identificação de Sergipe, com o objetivo de cruzar informações com dados do Instituto Médico Legal do estado e investigar se houve entrada de cadáver durante o mês informado.

Com as tratativas, foi constatado que um corpo não identificado, do sexo masculino, vítima de arma branca, foi recolhido no município da Barra dos Coqueiros (SE) no dia 1° de maio de 2021. Devido a coleta e arquivamento das impressões digitais do referido cadáver, foi possível realizar exame de confronto necropapiloscópico, e, mesmo com mais de dois anos de sepultamento, foi confirmado que o corpo se tratava do filho informado. Dada a disponibilidade, atenção e preocupação dos profissionais papiloscopistas em investigar o caso, a genitora pôde, finalmente, encerrar uma jornada de angústia e sofrimento que perdurava há tantos anos. Ainda, com o desarquivamento do caso, a Polícia Civil deverá reiniciar as investigações para apuração dos fatos e a possível identificação do(s) autor(es) do delito.

Tópicos Destaques, Policial, Sergipe
Mais Recentes
Comentários
Publicidade