Anuncie Topo
wm
bbnet
Anuncie
Inordeste
Studio Milena Andrade
Supermercado

Polícia Federal investiga manipulação de resultados esportivos em Sergipe

Policial | 17/11/2022 09h12

A Polícia Federal deflagrou nesta quinta-feira (17/11) a Operação Jogada Ensaiada com o objetivo de aprofundar as investigações em relação a um esquema criminoso envolvendo a manipulação de resultados esportivos, em especial no âmbito do campeonato sergipano de futebol masculino, série A2, do ano de 2022.

Continua depois da publicidade

Policiais federais cumprem 13 mandados de busca e apreensão e quatro mandados de prisão preventiva no estado.

Foto: PF/SE

De acordo com as investigações, o modo de agir do grupo pode ser assim discriminado:

– Sabendo-se que um determinado jogo será transmitido através de uma plataforma virtual ou da televisão, são realizadas apostas envolvendo o resultado em si e as quantidades de escanteios, laterais, expulsões e gols contra; tudo isso dentro de um determinado intervalo de tempo.

– A aposta é garantida porque determinados jogadores, treinadores e dirigentes já acertaram previamente com o fraudador como se dará o resultado.

– O fraudador, que atua como aliciador, procura tanto técnicos, quanto dirigentes e/ou, principalmente, jogadores que possam influenciar diretamente nos resultados, a exemplo de goleiros e defensores.

– Dirigentes esportivos convidam treinadores de outros estados que tenham um histórico de já ter atuado em partidas manipuladas.

– Os treinadores, por sua vez, indicam à contratação jogadores com quem já tenham trabalhado e feito a manipulação em outros campeonatos.

A manipulação de resultados esportivos é crime no ordenamento jurídico pátrio e vem se disseminando rapidamente no Brasil, havendo claros indicativos de atuação de organizações criminosas, inclusive com tentáculos interestaduais e mesmo internacionais, na manipulação de eventos esportivos em território nacional, bem como do agravamento do mercado de apostas clandestinas relacionadas ao futebol, inclusive com a migração das estruturas criminosas tradicionalmente ligadas ao jogo do bicho para as apostas esportivas.

Com informações da Comunicação Social da Polícia Federal em Sergipe
Tópicos Destaques, Policial, Sergipe
Mais Recentes
Comentários
Publicidade