Suspeito de abuso sexual contra adolescente em Lagarto é preso no Ceará

Lagarto | 28/07/2021 08h54

Foi preso nesta terça-feira (27), no Ceará, um homem de 33 anos investigado pela prática de abuso sexual contra um adolescente de 14 anos na cidade de Lagarto. As investigações foram conduzidas pelo Departamento de Atendimento a Grupos Vulneráveis de Lagarto (DAGV), vinculado à Delegacia Regional de Lagarto, e a Divisão de Inteligência (Dipol). A prisão contou com o apoio da Polícia Federal, Polícia Rodoviária Federal (PRF) e Polícia Militar do Ceará. O inquérito policial segue em andamento e o prazo de conclusão é de 30 dias.

Continua depois da publicidade

Ele foi preso depois que o ônibus foi interceptado no posto da Polícia Rodoviária Estadual na CE 040, em Aquiraz, Ceará. O veículo foi parado depois de informações trocadas entre as equipes policiais de Sergipe e Ceará, após levantamento feito pela Delegacia Regional de Lagarto e a Dipol. Foram feitas buscas na casa dele, com a presença do advogado, onde foram recolhidos computadores e dispositivos para extrair imagens e conversas entre ele e possivelmente outras vítimas.

De acordo com a delegada Marcela de Almeida Souza, as investigações foram iniciadas logo após a denúncia feita pela mãe e pela avó da vítima na delegacia. “As investigações foram iniciadas após a família do adolescente ir à delegacia e prestar o boletim de ocorrência relatando a situação de abuso sexual de um vizinho conhecido da família. A vítima hoje tem 14 anos, mas os abusos foram iniciados aos 13”, informou.

Conforme o apurado, o suspeito tinha proximidade com a família da vítima. “O investigado era de extrema confiança da família e congregava na mesma igreja. Os abusos foram iniciados ano passado. O adolescente foi ouvido na delegacia especializada. Foi colhido o depoimento e a vítima contou detalhes de como o crime teve início, de como foi aliciado e através do que o abusador tentava seduzi-lo para ir até a sua casa. O depoimento foi gravado e disponibilizado à Justiça”, detalhou a delegada.

Continua depois da publicidade

Com o avanço nas investigações, chegou-se à informação de que o investigado estaria a caminho do Ceará, onde iria se casar na próxima quinta-feira. “Conseguimos o mandado de prisão temporária e, através de contatos com a polícia do Ceará, foi realizada a interceptação do ônibus que conduzia o suspeito para Fortaleza. Ele vai ser trazido para Lagarto, onde prestará interrogatório, terá direito à defesa, mas ficará à disposição da Justiça e preso preventivamente, até o final das investigações”, salientou.

“A Polícia Civil conseguiu coletar diversos elementos de prova. Com relação aos crimes sexuais, o depoimento é considerado em primazia pelo Judiciário, porque são crimes que dificilmente deixam vestígios. Nesse caso, haviam várias conversas de WhatsApp e há também fotos que o suspeito mandou para o adolescente. A vítima foi encaminhada para o Instituto Médico Legal (IML) para realização de perícia e o laudo será juntado ao inquérito policial”, acrescentou a titular do DAGV de Lagarto.

A investigação também apura se o crime foi praticado contra outras vítimas. A delegada pede que familiares estejam sempre atentos ao comportamento das crianças e adolescentes para a identificação de supostos crimes. “É muito importante que os pais, professores e responsáveis tomem coragem para fazer o boletim de ocorrência na delegacia ou ligar anonimamente para o 181, para denunciar esse tipo de crime. É fundamental prestar atenção ao comportamento e trazer o caso para a delegacia, pois conseguimos fazer um depoimento especial com técnicas para chegar à verdade”, orientou Marcela de Almeida Souza.

Com informações da SSP/SE
Tópicos Destaques, Lagarto, Policial
Mais Recentes
Comentários
Publicidade