Polícia Civil alerta para golpes utilizando transferências bancárias pelo PIX

Policial | 14/04/2021 10h40

Com o registro de golpes envolvendo transações bancárias, a Polícia Civil faz o alerta para fraudes por meio do PIX. Os golpistas atuam coletando fotos e números de telefones em redes sociais de comerciantes, servidores públicos e profissionais liberais para aplicar golpes por meio de recebimento de valores através de PIX. Um caso foi registrado em Simão Dias, no dia 4 de abril.

De acordo com o delegado Clever Farias, titular da Delegacia de Simão Dias, os golpistas fazem contatos por meio do WhatsApp, utilizando fotos de pessoas conhecidas da vítima no perfil. As informações são coletadas de forma fraudulenta nas redes sociais. Em seguida, os golpistas iniciam a conversa que resulta no pedido de transferência de dinheiro pelo PIX.

Continua depois da publicidade

“Normalmente, os criminosos utilizam contas digitais de outros estados da federação. O mecanismo é utilizado para dificultar a identificação dos estelionatários. Aqui na Delegacia, registramos um caso no dia 5 de abril deste ano, que resultou em um prejuízo de R$ 950,00 para a vítima”, disse Clever Farias. A Polícia Civil alerta que há outros relatos de casos idênticos em Lagarto e Aracaju.

O delegado ainda orientou que é preciso confirmar a veracidade do pedido antes de concretizar qualquer transferência bancária. “Para evitar o golpe, aconselhamos as pessoas a confirmar a identidade de quem solicita a transferência do dinheiro, pelos amigos e familiares, bem como verificar a origem e titularidade da conta beneficiária dos aportes financeiros, em regra de outros estados da federação”, pontuou.

Com informações da SSP/SE

Tópicos Policial, Sergipe
Mais Recentes
Comentários
Publicidade