Polícia Civil recaptura adolescente com quatro mandados de internação em Macambira

Macambira | 24/03/2021 09h54

Equipes das Delegacias de Campo do Brito, Macambira e São Domingos apreenderam uma adolescente que possuía quatro mandados de internação. Ela é suspeita de atos infracionais semelhantes à agressão e à ameaça, além de outras ações delitivas. A adolescente já tinha sido internada no mês de agosto de 2020, mas com a decretação de semiliberdade, em fevereiro de 2021, ela descumpriu as medidas socioeducativas e passou a ser considerada foragida. Ela foi novamente apreendida na manhã dessa terça-feira, 23, em Macambira.

Continua depois da publicidade

De acordo com o delegado Wilkson Vasco, mesmo quando estava internada, na Unidade Socioeducativa Feminina Senadora Maria do Carmo Alves (Unifem), em Aracaju, a adolescente continuou realizando atos infracionais semelhantes à injúria, à ameaça, à vias de fato e à infração de medida sanitária – desrespeitando as medidas de prevenção ao contágio pela Covid-19 por 12 vezes. Ela também chegou a utilizar extintores de incêndio contra os cuidadores e a ameaçá-los dizendo que “amigos sabiam onde eles moravam”.

Histórico da adolescente

No dia 15 de setembro de 2017, a adolescente, com 14 anos, agrediu um jovem de 16. A agressão foi praticada com uma cadeira, mordidas e ameaça de morte com uma faca. De início, foi concedida a medida de prestação de serviços à comunidade em paróquias. Posteriormente, em setembro de 2019, ela foi colocada em um abrigo da cidade de Frei Paulo.

Continua depois da publicidade

Já em 25 de novembro de 2017, ainda com 14 anos, ela praticou atos infracionais semelhantes às infrações penais de ameaça e vias de fato contra uma adolescente de 16 anos. Ela ameaçou a vítima de morte, mencionando que “cortaria suas pernas”. A princípio, foi concedida a remissão (perdão processual) com a prestação de serviços à comunidade pelo período de um mês, durante uma hora semanal.

Em 8 de outubro de 2018, a adolescente, então com 15 anos, sendo encaminhada ao abrigo de Frei Paulo, ameaçou e praticou injúria contra os cuidadores, inclusive tentando capotar o carro utilizando o freio de mão. No dia 10 de outubro de 2018, dois dias após entrar no abrigo, a adolescente praticou atos infracionais semelhantes à lesão corporal, injúria, ameaça de morte com gilete, dano qualificado e porte ilegal de drogas, de substância assemelhada à maconha.

Tópicos Destaques, Macambira, Policial
Mais Recentes
Comentários
Publicidade