Polícia Civil prende homem suspeito por crimes da Lei Maria da Penha

Policial | 05/03/2021 09h23

Policiais Civis das cidades de Campo do Brito, Macambira e São Domingos prenderam um homem, de 20 anos, suspeito de ter agredido sua ex-companheira, de 33 anos. O casal teve união estável por quatro anos, período em que ele é suspeito de ter agredido a vítima com socos, chutes, faca e capacete.

De acordo com o delegado Wilkson Vasco, o suspeito ameaçava a vítima de morte em casa de separação e, em uma das agressões, com uso de capacete, a vítima sofreu um afundamento de parte do crânio. “Em uma determinada ocasião, quando a vítima teve coragem de se separar, o investigado ameaçou os filhos dela de morte, o que ocasionou no retorno do relacionamento por medo”, pontuou o delegado.

Continua depois da publicidade

No último domingo, 28, segundo levantamento policial, o investigado agrediu e ameaçou a ex-companheira com uso de um revólver. Após esse ocorrido, a Polícia Civil diligenciou para tentar localizar o suspeito, o qual rondou a casa da vítima na madrugada dos últimos dois dias.

Após cerca de 60h de perseguição, o homem foi preso na feira de Itabaiana. Ele foi indiciado por ameaça, lesão corporal e difamação no âmbito da Lei Maria da Penha, com reiteração por quatro anos. “Foram ouvidas dez pessoas, atestando as agressões verbais e físicas ao longo de anos e publicamente, demonstrando um comportamento misógino, o que caracterizam sentimentos de aversão, repulsa ou desprezo pelas mulheres e valores femininos”, explicou o delegado.

Com informações da SSP/SE
Tópicos Destaque, Policial
Mais Recentes
Comentários
Publicidade