Mortos na Operação Faroeste Caboclo são oficialmente identificados no IML

Campo do Brito | 06/02/2021 13h23 - Atualizada às 06/02/2021 13h32

Os três homens que morreram em confronto com a polícia durante a realização da operação Faroeste Caboclo na ultima sexta-feira, 05, na região Agreste, foram oficialmente identificados no Instituto Médico Legal.

Eles foram identificados como: Alan Eduardo da Silva Cruz, 19 anos, Johnny Matheus Souza Santos, 21 anos, e João Marcos Cruz Sousa, de 27 anos.

Continua depois da publicidade

 

A operação Faroeste Caboclo ocorreu nos municípios de Campo do Brito, Macambira e São Domingos, sob o comando do delegado Wilkson Vasco e da 1ª Companhia do 3º Batalhão de Polícia Militar (1ª Cia/3º BPM) e contou com o apoio de forças policiais civis e militares de todo o estado, inclusive o Grupamento Tático Aéreo (GTA).

O objetivo da operação foi cumprir mandados de prisão e de busca e apreensão de envolvidos com o tráfico de drogas e homicídios. Um grupo criminoso que atuava no tráfico de drogas na região foi desarticulado.

Como resultado da operação, foram apreendidos três motocicletas, com suspeitas de serem usadas no transporte de drogas; 34 pedras de substância semelhante ao crack; 105 gramas de porção ainda pura de substância semelhante ao crack; 20 pinos de substância semelhante à cocaína; 250 gramas de porção ainda pura de substância semelhante à cocaína; 10 papelotes de substância semelhante à maconha; além de dezenas de outros insumos para a venda de drogas.

A ação policial ainda resultou em 13 pessoas detidas. Entre os presos está uma mulher com passagem criminal por crime de homicídio e tráfico de drogas, inclusive ela estava em prisão domiciliar com uso de tornozeleira eletrônica, e um dos homens presos na operação já possui passagem criminal por tráfico de drogas.

Foto: SSP/SE

Tópicos Campo do Brito, Destaques, Macambira, Policial, São Domingos
Mais Recentes
Comentários
Publicidade