Mortos na Operação Faroeste Caboclo são oficialmente identificados no IML

Campo do Brito | 06/02/2021 13h23 - Atualizada às 06/02/2021 13h32

Os três homens que morreram em confronto com a polícia durante a realização da operação Faroeste Caboclo na ultima sexta-feira, 05, na região Agreste, foram oficialmente identificados no Instituto Médico Legal.

Eles foram identificados como: Alan Eduardo da Silva Cruz, 19 anos, Johnny Matheus Souza Santos, 21 anos, e João Marcos Cruz Sousa, de 27 anos.

Continua depois da publicidade

 

A operação Faroeste Caboclo ocorreu nos municípios de Campo do Brito, Macambira e São Domingos, sob o comando do delegado Wilkson Vasco e da 1ª Companhia do 3º Batalhão de Polícia Militar (1ª Cia/3º BPM) e contou com o apoio de forças policiais civis e militares de todo o estado, inclusive o Grupamento Tático Aéreo (GTA).

O objetivo da operação foi cumprir mandados de prisão e de busca e apreensão de envolvidos com o tráfico de drogas e homicídios. Um grupo criminoso que atuava no tráfico de drogas na região foi desarticulado.

Continua depois da publicidade

Como resultado da operação, foram apreendidos três motocicletas, com suspeitas de serem usadas no transporte de drogas; 34 pedras de substância semelhante ao crack; 105 gramas de porção ainda pura de substância semelhante ao crack; 20 pinos de substância semelhante à cocaína; 250 gramas de porção ainda pura de substância semelhante à cocaína; 10 papelotes de substância semelhante à maconha; além de dezenas de outros insumos para a venda de drogas.

A ação policial ainda resultou em 13 pessoas detidas. Entre os presos está uma mulher com passagem criminal por crime de homicídio e tráfico de drogas, inclusive ela estava em prisão domiciliar com uso de tornozeleira eletrônica, e um dos homens presos na operação já possui passagem criminal por tráfico de drogas.

Foto: SSP/SE

Tópicos Campo do Brito, Destaques, Macambira, Policial, São Domingos
Mais Recentes
Comentários
Publicidade