Polícia Civil deflagra Operação Marias em todo o Estado

Policial | 29/11/2019 13h36

A Polícia Civil de Sergipe, na manhã desta sexta-feira, 29, apresentou no Departamento de Atendimento a Grupos Vulneráveis (DAGV), os detalhes da Operação Marias, realizada concomitantemente em vários estados da federação. O objetivo da operação foi de dar cumprimento a mandados judiciais, verificar o cumprimento de medidas protetivas de urgência e denúncias referentes a crimes de violência doméstica e familiar contra a mulher.

A “Operação Marias” foi realizada em todo o país, fazendo parte do calendário de 16 dias de ativismo no enfrentamento contra a violência da mulher. No estado de Sergipe, foram realizados cumprimentos a alguns mandados judiciais e acompanhamento de medidas protetivas. As fiscalizações resultaram na prisão de nove pessoas, todos no contexto de violência doméstica contra a mulher.

Continua depois da publicidade

De acordo com a diretora do DAGV, a delegada Mariana Diniz, houve três presos por descumprimento das medidas protetivas. “ A lei Maria da Penha veio para endurecer e coibir essa prática de violência. É efetiva, uma vez preso em flagrante delito ou por lesão corporal é uma ação penal, mesmo que a vítima não tenha interesse de representar, o autor é preso em flagrante delito. Esse crime é inafiançável, e é necessário que os homens fiquem atentos.”

Em Sergipe, há um combate efetivo nessa prática criminosa. O DAGV funciona em sistema de plantão atendendo Aracaju e região metropolitana. Só neste ano de 2019, foram lavrados 500 casos de prisões em flagrantes de violência doméstica.

“Não tem um perfil definido para as vítimas das agressões. O que a gente sabe é que a violência doméstica não escolhe classe social, nem escolhe cor. A gente tem vítima de todas as classes econômicas. A violência doméstica, infelizmente, é prevista em vários lares. É importante sempre deixar uma mensagem de incentivo para denunciar esses casos.” completou a delegada Mariana.

A Polícia Civil incentiva as vítimas de violência contra a mulher a ligar para os números do Disque Denúncia 181, ou pelo telefone 180, da Central de Atendimento à Mulher. Podendo também fazer denúncias diretamente na sede do DAGV e ligações pelo 3205-9400. O atendimento é 24h e o sigilo é garantido.

Fonte: SSP/SE

Tópicos Destaques, Policial, Sergipe
Mais Recentes
Comentários
Publicidade