Polícia elucida crime que terminou com morte de adolescente em povoado de Campo do Brito

Campo do Brito | 05/01/2019 12h02

Foto: Arquivo Redes Sociais

Um ano após o corpo de adolescente de 12 anos, Edenilza Silva Andrade, ser encontrado sem vida no povoado Garangau, zona rural de Campo do Brito, a Secretaria de Estado de Segurança Pública (SSP) informou que o caso foi elucidado nos últimos dias.

Ela havia desaparecido no dia 02 de janeiro de 2018 e foi encontrada morta no dia 03 em um sitio na localidade conhecida como Malhada Velha, no referido povoado. O corpo estava despido, com a boca amordaçada, rosto desfigurado e pernas e braços feridos.

Continua depois da publicidade

De acordo com a SSP, desde o início da investigação do caso, a Polícia Civil ouviu cerca de 35 pessoas da comunidade e chegou à conclusão de que duas pessoas que moravam próximas à vítima estão envolvidas na morte da menina de 12 anos.

Inicialmente havia suspeita que a adolescente havia sofrido violência sexual, mas a SSP informou que ela morreu em virtude de agressões e que não sofreu abusos.

O inquérito foi encaminhado ao Ministério Público Estadual e as identidades dos suspeitos não foram reveladas, pois o caso está em segredo de Justiça.

Tópicos Campo do Brito, Destaques, Policial
Mais Recentes
Comentários
Publicidade