3º BPM registra segundo ano seguido de redução de índices de criminalidade no Agreste Sergipano

Policial | 02/01/2019 08h46

Pelo segundo ano seguido, a região do Agreste Sergipano e, em especial, a cidade de Itabaiana vem experimentando uma importante redução nos índices de criminalidade, sobretudo nos índices de crimes contra o patrimônio (roubos, furtos, etc) e nos índices de crimes violentos contra a vida (homicídios, tentativa de homicídios, etc).

Conforme análise do número de homicídios registrados, nas cidades que compõem área de atuação do 3º Batalhão de Polícia Militar, verifica-se em 2018 uma expressiva redução de aproximadamente 35% em comparação com o ano de 2017. Vale lembrar que no ano de 2017 foi registrada uma redução de 13% em relação ao índice de 2016.
Os resultados obtidos por companhia e cidades que foram destaque na redução do número de homicídios em 2018, chamam a atenção pela consistência da redução.

Continua depois da publicidade
  • 1ª Cia, redução de 26,09% – e destaque para a cidade de Campo do Brito, com 57,14% e Areia Branca com 11% de redução;
  • 2ª Cia, redução de 53,33% – destaque para as cidades de Carira e Frei Paulo, com redução de 42,86% e 66,67%, respectivamente;
  • 3ª Cia, redução de 59,09% – destaque para as cidades de Ribeirópolis, com redução de 78,57% , Malhador e Moita Bonita, ambas com redução de 33%;
  • 4ª Cia, em Itabaiana, com redução de 25%.

É importante destacar que a redução obtida no ano de 2018 quando se compara com o ano de 2017, representa a continuação de um trabalho que já conseguiu uma redução em 2017 no comparativo com 2016. Em Itabaiana a redução foi de redução de 15% em 2017 e de 25% em 2018, saindo de 102 homicídios em 2016 para 66 homicídios em 2018. Quando contabilizada toda a área do 3º BPM a redução foi de 13% em 2017 e 35% em 2018, saindo de 192 homicídios em 2016 para 108 em 2018.

Também se destaca de forma muito positiva e satisfatória para a população do Agreste e, em especial, de Itabaiana, a redução significativa dos índices de roubos e furtos na região, mostrando que estamos no caminho certo da redução da criminalidade e no resgate da tranquilidade da população.

Os resultados são fruto de uma estratégia de ação desencadeada pelo 3º BPM, calcada em duas premissas básicas: o posicionamento preferencial de equipe nos locais e horários que a análise criminal indica maior probabilidade de incidência de delitos e a postura proativa do efetivo realizando abordagens preventivas.

Em 2018 foram realizadas cerca de 80.166 abordagens, as quais resultaram nos números abaixo:

  • Apreensão de 75 (setenta e cinco) armas de fogo;
  • Recuperação de 484 (quatrocentos e oitenta e quatro) veículos com restrição de roubo/furto;
  • Prisão de 696 (seiscentos e noventa e seis) infratores em flagrante delito;
  • Confecção de 2.197 (dois mil, cento e noventa e sete) Relatórios de Ocorrência Policial – ROP;
  • Apreensão de 175 (cento e setenta e cinco) Kg de entorpecentes nas operações policiais realizadas;
  • Atendimento de 67.039 ligações telefônicas através do 190;

Quando somados os dois anos (2017 e 2018), obtemos os seguintes números que explicam a redução dos índices de criminalidade foram realizadas aproximadamente 130 mil abordagens policiais, que produziram os resultados operacionais abaixo:

  • Realização de 137.188 abordagens policiais;
  • Apreensão de 171 (cento e setenta e uma) armas de fogo;
  • Recuperação de 887 (oitocentos e oitenta e sete) veículos com restrição de roubo/furto;
  • Prisão de 1.125 (mil, cento e vinte e cinco) infratores em flagrante delito;
  • Confecção de 3.658 (três mil, seiscentos e cinquenta e oito) Relatórios de Ocorrência Policial – ROP;
  • Apreensão de 237 (duzentos e trinta e sete) Kg de entorpecentes nas operações policiais realizadas;
2016 2017 2018
Abordagens 26.775 57.022 80.166
Apreensão de arma de fogo 47 96 75
Veículos recuperados 135 398 489
Prisões em flagrante 178 429 696
Confecção de ROP 488 1.461 2.197
Apreensão de entorpecente 13 62 175

Além dos resultados obtidos, merecem destaque, nesse período, algumas ações que potencializam a estratégia de prevenção adotada pelo 3º BPM:

  • Reativação do Posto Policial do Povoado Cajaiba;
  • Fortalecimento, estruturação e sedimentação do GETAM/3º BPM;
  • Criação do Projeto Agrevida – tendo como responsável e executor o Ten Alexandre Soares;
  • Criação do Projeto “Treinando e Formando Cidadãos”, com policiais militares e voluntários no GETAM/3ºBPM;

Por fim, destacar a ação do 3º BPM nas operações Comercio Serrano Seguro, nos meses de novembro e dezembro dos anos de 2016, 2017 e 2018, trazendo um ambiente de tranquilidade para o comercio de Itabaiana, força motora da riqueza da cidade e da região.

O 3º Batalhão de Polícia Militar tem área de atuação em 14 cidades do interior sergipano, são elas: Areia Branca, Campo do Brito, Macambira, São Domingos, Frei Paulo, Carira, Pedra Mole, Pinhão, Ribeirópolis, Nossa Senhora Aparecida, São Miguel do Aleixo, Moita Bonita, Malhador e Itabaiana, nas quais os policiais militares atuam no policiamento ostensivo, garantindo a segurança da população.

*Ascom 3ºBPM

Tópicos Destaques, Policial
Mais Recentes
Comentários
Publicidade