3º BPM registra segundo ano seguido de redução de índices de criminalidade no Agreste Sergipano

Policial | 02/01/2019 08h46

Pelo segundo ano seguido, a região do Agreste Sergipano e, em especial, a cidade de Itabaiana vem experimentando uma importante redução nos índices de criminalidade, sobretudo nos índices de crimes contra o patrimônio (roubos, furtos, etc) e nos índices de crimes violentos contra a vida (homicídios, tentativa de homicídios, etc).

Conforme análise do número de homicídios registrados, nas cidades que compõem área de atuação do 3º Batalhão de Polícia Militar, verifica-se em 2018 uma expressiva redução de aproximadamente 35% em comparação com o ano de 2017. Vale lembrar que no ano de 2017 foi registrada uma redução de 13% em relação ao índice de 2016.
Os resultados obtidos por companhia e cidades que foram destaque na redução do número de homicídios em 2018, chamam a atenção pela consistência da redução.

  • 1ª Cia, redução de 26,09% – e destaque para a cidade de Campo do Brito, com 57,14% e Areia Branca com 11% de redução;
  • 2ª Cia, redução de 53,33% – destaque para as cidades de Carira e Frei Paulo, com redução de 42,86% e 66,67%, respectivamente;
  • 3ª Cia, redução de 59,09% – destaque para as cidades de Ribeirópolis, com redução de 78,57% , Malhador e Moita Bonita, ambas com redução de 33%;
  • 4ª Cia, em Itabaiana, com redução de 25%.

É importante destacar que a redução obtida no ano de 2018 quando se compara com o ano de 2017, representa a continuação de um trabalho que já conseguiu uma redução em 2017 no comparativo com 2016. Em Itabaiana a redução foi de redução de 15% em 2017 e de 25% em 2018, saindo de 102 homicídios em 2016 para 66 homicídios em 2018. Quando contabilizada toda a área do 3º BPM a redução foi de 13% em 2017 e 35% em 2018, saindo de 192 homicídios em 2016 para 108 em 2018.

Também se destaca de forma muito positiva e satisfatória para a população do Agreste e, em especial, de Itabaiana, a redução significativa dos índices de roubos e furtos na região, mostrando que estamos no caminho certo da redução da criminalidade e no resgate da tranquilidade da população.

Continua depois da publicidade

Os resultados são fruto de uma estratégia de ação desencadeada pelo 3º BPM, calcada em duas premissas básicas: o posicionamento preferencial de equipe nos locais e horários que a análise criminal indica maior probabilidade de incidência de delitos e a postura proativa do efetivo realizando abordagens preventivas.

Em 2018 foram realizadas cerca de 80.166 abordagens, as quais resultaram nos números abaixo:

  • Apreensão de 75 (setenta e cinco) armas de fogo;
  • Recuperação de 484 (quatrocentos e oitenta e quatro) veículos com restrição de roubo/furto;
  • Prisão de 696 (seiscentos e noventa e seis) infratores em flagrante delito;
  • Confecção de 2.197 (dois mil, cento e noventa e sete) Relatórios de Ocorrência Policial – ROP;
  • Apreensão de 175 (cento e setenta e cinco) Kg de entorpecentes nas operações policiais realizadas;
  • Atendimento de 67.039 ligações telefônicas através do 190;

Quando somados os dois anos (2017 e 2018), obtemos os seguintes números que explicam a redução dos índices de criminalidade foram realizadas aproximadamente 130 mil abordagens policiais, que produziram os resultados operacionais abaixo:

  • Realização de 137.188 abordagens policiais;
  • Apreensão de 171 (cento e setenta e uma) armas de fogo;
  • Recuperação de 887 (oitocentos e oitenta e sete) veículos com restrição de roubo/furto;
  • Prisão de 1.125 (mil, cento e vinte e cinco) infratores em flagrante delito;
  • Confecção de 3.658 (três mil, seiscentos e cinquenta e oito) Relatórios de Ocorrência Policial – ROP;
  • Apreensão de 237 (duzentos e trinta e sete) Kg de entorpecentes nas operações policiais realizadas;
201620172018
Abordagens26.77557.02280.166
Apreensão de arma de fogo479675
Veículos recuperados135398489
Prisões em flagrante178429696
Confecção de ROP4881.4612.197
Apreensão de entorpecente1362175

Além dos resultados obtidos, merecem destaque, nesse período, algumas ações que potencializam a estratégia de prevenção adotada pelo 3º BPM:

  • Reativação do Posto Policial do Povoado Cajaiba;
  • Fortalecimento, estruturação e sedimentação do GETAM/3º BPM;
  • Criação do Projeto Agrevida – tendo como responsável e executor o Ten Alexandre Soares;
  • Criação do Projeto “Treinando e Formando Cidadãos”, com policiais militares e voluntários no GETAM/3ºBPM;

Por fim, destacar a ação do 3º BPM nas operações Comercio Serrano Seguro, nos meses de novembro e dezembro dos anos de 2016, 2017 e 2018, trazendo um ambiente de tranquilidade para o comercio de Itabaiana, força motora da riqueza da cidade e da região.

O 3º Batalhão de Polícia Militar tem área de atuação em 14 cidades do interior sergipano, são elas: Areia Branca, Campo do Brito, Macambira, São Domingos, Frei Paulo, Carira, Pedra Mole, Pinhão, Ribeirópolis, Nossa Senhora Aparecida, São Miguel do Aleixo, Moita Bonita, Malhador e Itabaiana, nas quais os policiais militares atuam no policiamento ostensivo, garantindo a segurança da população.

*Ascom 3ºBPM

Tópicos Destaques, Policial
Mais Recentes
Comentários
Publicidade