Foragido morre em confronto com a polícia após fazer ex-mulher e familiares de reféns

Policial | 12/11/2018 13h39 - Atualizada às 12/11/2018 20h25

Na manhã desta segunda-feira, 12, policiais civis da Delegacia Regional de Nossa Senhora da Glória, em conjunto com policiais militares da Caatinga, receberam informações sobre sobre a localização de Edivaldo Almeida Farias, de 29 anos, conhecido como “Tonho Preto”, que era foragido da justiça e estava mantendo a ex-mulher e alguns familiares como reféns, em Nossa Senhora da Glória.

A partir disso, as equipes policiais dirigiram-se até o local informado e, no momento, em que os reféns notaram a chegada da polícia, todos saíram correndo e os policiais realizaram a entrada tática no local.

Edivaldo começou a realizar vários disparos contra a equipe, que reagiu e acabou atingindo o suspeito. Edivaldo foi socorrido e levado ao hospital, mas não resistiu aos ferimento e evoluiu a óbito.

“Edvaldo já era procurado por homicídio pela Justiça do município de Umbaúba, e também tinha outros processos por homicídio e latrocínio, além de ser conhecido como uma pessoa muito perigosa que já vinha ameaçando a ex-mulher há muito tempo”, disse o delegado João Eduardo.

Continua depois da publicidade
Com informações da Ascom SSP/SE

Tópicos Destaques, Policial, Sergipe
Mais Recentes
Comentários
Publicidade