Polícia Civil detalha prisões do caso da professora assassinada em Campo do Brito

Campo do Brito | 21/09/2017 17h56 - Atualizada às 21/09/2017 17h58

Duas pessoas foram presas temporariamente, entre elas o namorado da vítima, identificado como Jackson Douglas, suspeito, segundo a polícia civil, de ser o mandante do crime que vitimou a professora Ivânia Santana de Oliveira, 45 anos, assassinada em Campo do Brito, no dia 12 deste mês, no estacionamento do Colégio Estadual Guilherme Campos.

Continua depois da publicidade

Delegada detalha todas as informações (Vídeo: Divulgação Ascom SSP/SE)

De acordo com a titular da Delegacia de Campo do Brito, Michelle Araújo, a investigação iniciou logo após o cometimento do crime, com o depoimento de testemunhas e familiares da vítima ainda na noite do crime, na Delegacia de Itabaiana. “Já no local do crime, populares afirmavam categoricamente que Jackson era o mandante do crime. Continuamos ouvindo familiares, que relataram também a não aprovação do relacionamento pelo fato dele ser ex-presidiário e possivelmente envolvido em outras empreitadas criminosas. Eles também alegaram que constantemente a vítima aparecia com hematomas nos braços, possivelmente oriundas de violência doméstica praticada por Jackson, mas que a vítima era bastante discreta e não relatava nada por conta da não aprovação do relacionamento”, disse a delegada.

Ainda segundo a delegada, a motivação do crime estaria atrelada a não aceitação pelo término do relacionamento. “Durante as incursões constatamos que a professora Ivânia teria rompido recentemente com o acusado. Este, não aceitando o término do relacionamento, planejou a execução da vítima”, salientou.

Durante as investigações, foi confirmado que um indivíduo, identificado como Fábio A. S., residente em Campo do Brito, teria sido o primeiro a se aproximar da vítima após o crime, subtraindo o aparelho celular dela, que foi localizado posteriormente em diligências efetuadas pelas equipes da delegada Michelle Araújo.

Jackson Douglas foi preso no dia de ontem, na cidade de Itabaiana; já Fábio foi preso pelas equipes de Campo do Brito na capital sergipana.

Os dois ficarão presos temporariamente até a conclusão do inquérito. As investigações para elucidar questões a respeito dos executores do crime continuam.

Com informações da Ascom SSP/SE

Tópicos Campo do Brito, Destaque, Policial, Videos
Mais Recentes
Comentários
Publicidade