Deputados aprovam mudanças na contribuição de usuários do Ipesaúde

Saúde | 11/04/2016 18h20

Os deputados estaduais de Sergipe aprovaram, na tarde desta segunda-feira (11), o Projeto de Lei (PL) 26/2016 que autoriza a cobrança proporcional por até quatro dependentes de beneficiários do Ipesaúde.

Com a galeria da Assembleia Legislativa (Alese) tomada por servidores, 11 parlamentares apresentaram voto favorável à proposta que promete trazer uma reestruturação financeira ao plano de assistência médica do Estado. Oito deputados votaram contra, entre eles a deputada Ana Lúcia (PT), da base aliada do governo. O texto foi aprovado com uma emenda apresentada pelo líder da situação, deputado Francisco Gualberto (PT) que extingue a coparticipação para consultas e exames.

Continua depois da publicidade

O Projeto que agora segue para sanção do governador Jackson Barreto estabelece um acréscimo à contribuição, proporcional à faixa salarial do beneficiário, que varia entre 0,7% e 2,5% por cada dependente – variável conforme a respectiva faixa etária, sendo que o desconto será limitado a até quatro dependentes.

A justificativa para o início dessa cobrança é a necessidade de manter o equilíbrio financeiro do plano, porque, segundo o presidente, desde 2014, as despesas começaram a ultrapassar as receitas e as contas do Ipesaúde só fechavam por causa da reserva existente à época.

Além do protesto de várias categorias do funcionalismo, a matéria recebeu duras críticas da oposição que classificou a proposta como incoerente.

Fonte: F5News

Tópicos Saúde, Sergipe
Mais Recentes
Comentários
Publicidade