Campo do Brito ocupa a 1ª posição na classificação estadual de acesso ao Disque 180

Campo do Brito | 01/05/2014 13h42

A Central de Atendimento à Mulher (Disque 180) da Secretaria de Políticas para as Mulheres da Presidência da República (SPM-PR) divulgou essa semana os números da violência contra a mulher nos estados do Brasil.

O estado de Sergipe aparece na 7ª posição da classificação nacional de acesso ao Disque 180. De acordo com a pesquisa, foram realizados 7293 atendimentos no Estado.

Continua depois da publicidade

Com base na pesquisa, o município de Campo do Brito se destacou entre os demais do estado de Sergipe que procuraram o serviço. Com taxa de registro de 900,16 por 100 mil mulheres, o município lidera a classificação estadual, seguido pelo município de Macambira e Gracho Cardoso.

Campo do Brito ocupa a 1ª posição na classificação estadual de acesso ao Disque 180

(Foto: Reprodução TV Sergipe)

Balanço Anual

O levantamento do serviço, prestado pela Secretaria de Políticas para as Mulheres da Presidência da República (SPM-PR), aponta que em 2013 subiu de 50% para 70% o percentual de municípios de origem das chamadas. Cresceu também –em 20%– a porcentagem de mulheres que denunciou a violência logo no primeiro episódio.

Relatos de violência apontam que os autores das agressões são, em 81% dos casos, pessoas que têm ou tiveram vínculo afetivo com as vítimas. A Central de Atendimento à Mulher atingiu 532.711 registros no ano passado, totalizando quase 3,6 milhões de ligações desde que o serviço foi criado em 2005. Houve queda no total de ligações em 2013, por falta de uma campanha massiva e esgotamento do sistema frente à demanda.

A violência física representa 54% dos casos relatados e a psicológica, 30%. No ano, houve 620 denúncias de cárcere privado e 340 de tráfico de pessoas. Foram registradas ainda 1.151 denúncias de violência sexual em 2013, o que corresponde à média de três ligações por dia sobre o tema.

Da redação do Portal i9 Sergipe.

Tópicos Campo do Brito
Mais Recentes
Comentários
Publicidade