Campo do Brito completa 101 anos de Emancipação Política

Campo do Brito | 29/10/2013 10h25

Campo do Brito completa 101 anos de Emancipação Política

A cidade de Campo do Brito completa hoje, dia 29 de outubro, 101 anos de emancipação política. Um momento importante! Pois são 101 anos de vida, de independência, de união da sociedade e de paz entre seus habitantes.

Continua depois da publicidade

Por tudo isso e por todos, é que no momento que prestamos esta justa e sincera homenagem, no reconhecimento a uma cidade que nos abraça, que nos acolhe e que nos dá vida.

Um cidade calma, que possui suas qualidades, que possui pessoas amigas, trabalhadoras, e o que fazem a cidade evoluir.

Finalizamos cumprimentando todos os cidadãos britenses, dizendo:

Votos dos que fazem o Portal i9 Sergipe! Parabéns!

Continua depois da publicidade

Confira um resumo da historia de Campo do Brito

Campo do Brito, distante 64 quilômetros da capital e localizada no alto com uma visão privilegiada, é um município que teve um passado marcado por muitas brigas políticas. Sua história, que começou com muita fé e união até a emancipação política, entrou por um caminho tortuoso com uma administração reconhecida como ditatorial. Depois de muitos atropelos houve uma reviravolta e a comunidade voltou a desfrutar de tranquilidade.

Há duas versões para o surgimento da cidade: a primeira é que teria nascido num lugar hoje conhecido por Campo do Brito Velho, onde existem ruínas que poderiam ser de uma capela. A outra, é que teve início em uma capela que deu lugar à Igreja Matriz, onde as ruas foram aparecendo em torno dela. Mas o certo é que, em 1601, as terras de Campo do Brito foram doadas em sesmarias de 30 léguas ao capitão Antônio Rodrigues, que depois da invasão holandesa cedeu ao Irmão Amaro, da Companhia de Jesus.

Antes da emancipação, ocorrida em 29 de outubro de 1912, Campo do Brito pertencia a Itabaiana. Apesar de ser o povoado de maior destaque do município, não recebia a devida importância. Sentindo-se abandonados, os britenses começaram a desejar a independência, mas faltava um líder para enfrentar a resistência dos itabaianenses.

Em 30 de janeiro de 1845, o povoado passou à categoria de freguesia, quando foi fundada a paróquia de Nossa Senhora da Boa Hora, ficando independente da de Santo Antônio das Almas, de Itabaiana.

Confira nosso quadro sobre Campo do Brito, clique aqui.

Da redação do Portal i9 Sergipe, por William Vinícius

Tópicos Campo do Brito
Mais Recentes
Comentários
Publicidade