Presa quadrilha especializada em arrombamentos de agências bancárias, entre elas a do Banco do Brasil em Macambira-SE

Policial | 03/09/2013 19h32 - Atualizada às 11/11/2016 14h40

Na manhã desta terça-feira, 3, o diretor do Complexo de Operações Policiais Especiais (Cope), delegado Flávio Albuquerque, detalhou a prisão de quatro integrantes de uma quadrilha especializada em arrombamentos de caixas eletrônicos de agências bancárias e estabelecimentos comerciais. As prisões aconteceram após investigação que teve o apoio da Divisão de Inteligência e Planejamento Policial (Dipol).

Policiais do Cope e do Comando de Operações Especiais da Polícia Militar (COE) efetuaram as prisões na madrugada de hoje. Foram presos os foragidos de presídios dos estados de Mato Grosso e da Bahia Mário Márcio da Silva, 29 anos, vulgo “Moi” e Miguel Pereira dos Santos, 31 anos, que estavam com Adinael Oliveira dos Santos, 24 anos, é Fábio Júnior da Conceição de Souza, 34 anos.

De acordo com a policia, a quadrilha já havia praticado assaltos a cashs aqui no estado de Sergipe, o mais recente no mês passado no município de Macambira. “Esse bando faz parte da mesma quadrilha que foi desarticulada há três meses por nós e pela PRF. De lá pra cá vinhamos investigando esses integrantes com o apoio da Dipol. No início da manhã desta terça conseguimos prendê-los”, destacou Flávio.

No ultimo final de semana a quadrilha se reuniu em Salvador para planejar mais um assalto em Sergipe, segundo o delegado, o quarteto embarcou em um avião no estado de Mato Grosso no último sábado, 31, desembarcando na cidade de Salvador. “Em Salvador eles foram até a cidade baiana de Simão Dias e posteriormente indo para Feira de Santana, onde pegaram os veículos e vinheram para Sergipe, onde iriam arrombar hoje a agência do Banco do Brasil de Arauá”, explicou Albuquerque.

Mário juntamente com Miguel foram surpreendidos em um veículo Celta, cor prata, placa de Salvador, entre os municípios de Pedrinhas e Arauá. Já em um Fiat Palio, cor branca, os policiais prenderam Adinael e Fábio.  “Nos dois veículos foram encontrados maçarico, ferramentas, objetos para isolar os sensores de alarme das agências bancárias e uma lona que servia de cortina no momento da ação criminosa e que tinha a logomarca do Banco do Brasil”, detalhou Flávio Albuquerque.

O delegado ainda informou que os integrantes são violentos, calculistas e agiam em Sergipe e outros Estados. Eles também são responsáveis pelo arrombamento de um cash do Banco do Brasil localizado em um supermercado de Lagarto. “Quase todos os casos de arrombamentos de cashs no interior de Sergipe tem como autoria esse bando”, finalizou Flávio.

Os quatro pesos irão responder por tentativa de furto qualificado, formação de quadrilha e uso de documentos falsos, já que os três apresentaram documentos com outros nomes.

Da redação por William Vinicius, com informações da Ascom SSP/SE e do jornal SETV.
Tópicos Macambira, Policial
Mais Recentes
Comentários
Publicidade