Obra do Mercado Municipal de Campo do Brito está em fase de finalização

Informativo | 10/07/2013 13h26

Mantendo o compromisso em promover as mudanças significativas para o município de Campo do Brito, e enfrentando e resolvendo os problemas herdados pela gestão passada, o prefeito Léo Rocha anunciou nesta quarta-feira, 10, que as obras do Mercado Municipal Osvaldo Lemos de Almeida estão em fase de conclusão, trazendo benefícios para a população do município.

Segundo o prefeito Léo Rocha, a previsão é entregar um novo mercado no próximo mês de agosto. Com esta reforma, com a adequação e com a ampliação, o empreendimento contará com banheiros, equipamentos de acessibilidade, bancas e espaços adequados para a exposição dos produtos, observando a higiene e a limpeza. “A obra é financiada pelo Ministério do Desenvolvimento Agrário e trará melhorias para os comerciantes da feira livre do município, garantindo a oferta de qualidade dos produtos ao consumidor”, disse o prefeito.

Continua depois da publicidade

O prefeito comentou que nunca mediu esforços para manter em andamento as obras que estavam paralisadas e que não foram concluídas pela gestão anterior. “O nosso compromisso é com o povo de Campo do Brito, independente de quem começou a obra. Se esta é para o bem da população, seguiremos o cronograma e entregaremos para o uso de todos. Fizemos com o mercado e assim, faremos com as obras da Creche Pró Infância e do Posto de Saúde do Povoado Garangau”, garantiu Léo Rocha.

Situação Atual da Feira Livre

Perguntado sobre os transtornos causados pela obra, o prefeito esclareceu que desde o mês de janeiro, o transporte da carne em Campo do Brito, vem sendo feito em caminhão frigorífico, numa preocupação com a higiene da carne consumida na cidade. “Temos consciência que a exposição da carne não é a ideal, mas com a inauguração do novo mercado, estas dificuldades serão sanadas”, assegurou Léo Rocha.

O prefeito comentou ainda que a limpeza da área da feira é realizada obedecendo ao cronograma estabelecido pela secretaria municipal de Obras e Serviços Urbanos. “Ao final da feira, todo o lixo é recolhido, uma vez que na praça temos escolas, comércios e residências, e não podemos prejudicar a circulação da população e a ocupação da praça por estudantes e moradores”, finalizou.

(Com informações: SECOM | Campo do Brito)

Tópicos Campo do Brito
Mais Recentes
Comentários
Publicidade