Vereador Santos alerta a população sobre o uso da cama de frango na alimentação do gado em Campo do Brito, prática proibida pelo Ministério da Agricultura

Campo do Brito | 01/03/2013 20h51 - Atualizada às 01/03/2013 20h58

O vereador João Batista Santos, alertou na sessão desta quinta-feira, 28, o uso ilegal da cama de frango na alimentação do gado em Campo do Brito. O Ministério da Agricultura proíbe esse tipo de alimento no país para evitar que o gado, que normalmente come produtos vegetais, fique vulnerável a vários tipos de doença, inclusive o mal da vaca louca.

O vereador relatou que há 15 dias presenciou no povoado Gameleira a venda do produto, trazido da cidade de Feira de Santana-BA. Segundo informações os produtores estão usando o produto na alimentação devido a seca que vem atingindo toda a região, porém não sabendo que este ato é ilegal e traz riscos para o rebanho e, principalmente para a saúde de quem consome a carne. Santos relatou também que não está denunciando ninguém e nem proibindo, apenas quer orientar a população dos riscos.

Continua depois da publicidade

O vereador ainda procurou o secretário de agricultura do município, Evairton do PT, ao qual cabe a função de fiscalizar junto com a Endagro; o vereador que levantou esse questionamento foi informado que o secretário já tinha conhecimento do ocorrido. “Mas ninguém nunca reclamou e envolve questões politicas” disse o secretário ao vereador. Também foi informado que os produtores de granja do município produzem o produto, mas segundo o secretário, a cama produzida aqui não é contaminada, pois não usa farinha de gado, o que mesmo assim é uma prática proibida.

Eu fiz minha parte esclareci o assunto para a população na Rádio São Domingos FM, falei com o secretário e pedi para ele fazer o papel certo, entrar em contato com a Endagro e pedi a fiscalização, pois a coisa é grave e trata de saúde publica, disse Santos.

O Ministério da Agricultura possui várias legislações sobre a prevenção da Encefalopatia Espongiforme Bovina, mas  a  Legislação que proíbe o uso de proteína e gordura de origem animal, incluindo a cama de aviário, na alimentação de ruminantes faz parte da Instrução Normativa MAPA n°08, de 25/03/2004.

O que é Cama de frango?

A cama de aviário é uma mistura de várias substâncias:

• É formada por um substrato composto por materiais que tem como  objetivo evitar o contato direto da ave com o piso; servindo de substrato para a absorção da água, incorporação das fezes e penas e contribuir para a redução das oscilações de temperatura no galpão. É muito utilizado na avicultura a maravalha, casca de arroz, entre outros.
• Fezes das aves que possuem nitrogênio, fósforo e bactérias.
• Restos de ração.

Quais são realmente os principais riscos da cama de frango na alimentação dos bovinos?

Os principais riscos sanitários da utilização da cama de aviário na alimentação de ruminantes é a transmissão do botulismo, que é uma enfermidade causada por uma bactéria, que provoca uma alta mortalidade no rebanho bovino e a transmissão da Encefalopatia Espongiforme Bovina, popularmente conhecida como “Doença da Vaca Louca”, que é uma enfermidade que coloca em risco a exportação da carne bovina brasileira, devido ao embargo sanitário e coloca em risco a saúde da população humana, por ser uma zoonose.

É importante frisar que o consumo de produtos de origem animal provenientes de bovinos tratados com cama de frango também representa risco para a saúde humana.

Da redação por William Vinícius, com algumas informações do Ministério da Agricultura.
Revisão: Mônica de Jesus
Foto: Internet

Tópicos Campo do Brito, Saúde
Mais Recentes
Comentários
Publicidade