Policias civis de Sergipe decretam estado de greve

Sergipe | 25/10/2016 10h37

Os policias civis do Estado de Sergipe decidiram deflagrar estado de greve, após assembleia realizada na manhã desta segunda-feira, 24. Para a categoria, há omissão do Governo quanto ao reajuste salarial e à proporcionalidade entre os subsídios de agentes, delegados e escrivães.

De acordo com o presidente do Sindicato dos Policiais Civis do Estado de Sergipe (Sinpol), João Alexandre Fernandes, o ‘estado de greve’ significa que, a qualquer momento, uma greve pode ser deflagrada. “Tomamos essa posição como uma forma de alerta, para que o Governo queira dialogar com a categoria e atender nossas reivindicações. Se não houver resposta ou diálogo, podemos deflagrar, efetivamente, a greve. Mas sempre de maneira responsável, sem deixar a sociedade vulnerável”, explica Fernandes.

Além dos salários e da proporcionalidade entre cargos, a carga horária de 30h semanais sem banco de horas também é uma das exigências da categoria.

SSP

Continua depois da publicidade

Entramos em contato com a assessoria de comunicação da Secretaria de Segurança Pública, que informou que o delegado geral Alessandro Vieira e o secretário João Batista estão sempre mantendo diálogo com a categoria e levando as reivindicações até o Governo. Questionada sobre as respostas, a SSP informou ainda não ter nenhuma posição do gestão estadual.

Fonte: Infonet

Tópicos Sergipe
Mais Recentes
Comentários
Publicidade