Polícia investiga suposto estupro coletivo dentro de escola municipal em Barra dos Coqueiros

Notícia | 18/06/2016 12h41

A polícia investiga um caso de suposto abuso sexual a uma menina de 11 anos, ocorrido dentro da escola municipal Creuza Gomes, no município de Barra dos Coqueiros, Grande Aracaju.

Segundo a família da vítima, o fato aconteceu em outubro de 2015, mas a criança só revelou faz poucos dias que teria sido abusada.

Os pais perceberam que a criança tinha mudado de comportamento. “Ela passou a ficar muito nervosa. Estava com nojo do próprio corpo”, revela o pai.

“Ela chegou da escola com o pescoço roxo, com arranhões nas costas, agitada e nervosa”, diz a mãe.

Continua depois da publicidade

A criança detalhou para a família como foi abordada dentro da escola e disse que ainda é ameaçada pelos agressores.

A mãe conta que a criança foi rendida por seis adolescentes. “Ela disse que estava estudando na sala de aula. Uma coleguinha chamou para ir até a biblioteca pegar um livro de matemática. Minha filha então foi até lá, mas foi puxada no caminho e arrastada para um lugar. Ela disse que colocaram uma fita na boca dela para praticar o abuso”, ressalta.

“Ela diz que ainda é ameaçada por essas pessoas. A minha filha conta que é chantageada com uma faca para não contar a ninguém o que aconteceu”, explica indignado o pai.

O Conselho Tutela do município da Barra dos Coqueiros encaminhou o caso para a polícia. “A família fez o boletim de ocorrência e o exame de corpo de delito também foi realizado. O Conselho Tutelar fez uma visita à escola e também estamos dando suporte para família”.

O delegado responsável pelo caso, Valter Simas, informou que ouviu algumas pessoas e que está na espera do laudo do exame de corpo de delito para avançar na investigação.

*G1/SE

Tópicos Barra dos Coqueiros, Policial
Mais Recentes
Comentários
Publicidade