Quadrilha é presa por explosões em banco e tráfico de drogas em Itabaiana, Lagarto e Ribeirópolis

Policial | 02/10/2015 16h25

Quatro componentes de uma quadrilha suspeita de explosões em agências bancárias e tráfico de drogas foram presos. Na manhã desta sexta-feira (2) o delegado Jonathas Evangelista deu detalhes da operação em uma entrevista coletiva no Complexo de Operações Policiais Especiais (Cope). Os criminosos deverão responder na Justiça por tráfico e associação para o tráfico de drogas nos municípios de Lagarto, Itabaiana e Ribeirópolis.

(Fotos: Marina Fontenele/G1)

“Inicialmente a investigação foi focada no tráfico de drogas sobre um suspeito que estaria agindo em Itabaiana e municípios vizinhos. Recebemos uma informação anônima de que mais de 300 kg de maconha prensada tinham sido transportados de Salvador para Lagarto, em Sergipe. A denúncia foi confirmada e achamos a droga na casa do criminoso no Povoado Brasília. Depois disso, fomos até em Itabaiana e localizamos o dono do entorpecente e mais um comparsa que fazia a comercialização. O homem que fez o transporte do material também foi preso”, explica o delegado.

Um dos presos confessou a participação na explosão de um caixa eletrônico em Frei Paulo que aconteceu em 20 de agosto deste ano. “Policiais de Alagoas estiveram aqui na quinta-feira (1º) e informaram que um desses presos já era procurado por participação em roubos a banco em todo o Nordeste”, revela Evangelista.

A operação resultou na apreensão de 700 g de crack, 333 kg de maconha, um fuzil AR15, uma metralhadora MT12, uma pistola Glock, um miralaser, um silenciador, munições de diversos calibres e uma touca balaclava (conhecida como estilo ninja).

Continua depois da publicidade

Agentes da Divisão de Inteligência e Planejamento Policial (Dipol) e do Grupo Especial de Repressão e Busca (Gerb) também atuaram na resolução desse caso.

FONTE: G1 Sergipe

Tópicos Itabaiana, Lagarto, Policial, Ribeirópolis
Mais Recentes