Bancários de Sergipe entram em greve a partir de terça-feira, 6

Notícias | 02/10/2015 08h53

greveOs bancários de Sergipe decidiram paralisar as atividades por tempo indeterminado a partir da próxima terça-feira, 6. A categoria decidiu durante assembleia realizada na noite desta quinta-feira, 1º, seguir a orientação do Comando Nacional dos Bancários de deflagrar greve e rejeitar a proposta da Federação Nacional dos Bancos (Fenaban) que ofereceu reajuste salarial de apenas 5,5%.

A presidente do Sindicato dos Bancários do Estado de Sergipe (Seeb/SE), Ivânia Pereira, a categoria vai realizar na segunda-feira, 5, uma assembleia organizativa para definir os passos dos próximos dias. A representante de Sergipe também viajará a São Paulo já nesta sexta-feira, 2, para uma reunião com o Comando Nacional dos Bancários.

Reivindicações

Em Aracaju, a Campanha Nacional dos Bancários 2015/2016, que traz o mote “Exploração não tem perdão” foi lançada no dia 21 de agosto. Desde o lançamento, o SEEB/SE intensionou as visitações nas agências bancárias do setor público e privado para manter a mobilização da categoria e buscar o apoio da sociedade.

Continua depois da publicidade

Além do reajuste salarial de 16%, que inclui a reposição da inflação mais 5,7% de aumento real, os bancários reivindicam participação nos lucros e resultados (PLR) de três salários mais parcela fixa de R$7.246,82; 14º salário; piso salarial equivalente ao salário mínimo indicado pelo Dieese, que hoje é de R$3.299,66; aumento no valor dos vales alimentação, refeição, 13ª cesta e auxílio-creche/babá para R$788,00 ao mês cada; garantia de emprego, fim da pressão por metas e do assédio moral, dentre outras questões importantes.

Informações do Infonet

Tópicos Sergipe
Mais Recentes
Comentários
Publicidade