Força Nacional atuará com 75 homens em três presídios sergipanos

Sergipe | 27/08/2015 10h16

A Força Nacional está prevista para chegar em Sergipe até esta sexta-feira, 28, para reforçar a segurança do sistema prisional. 75 homens serão divididos entre os presídios de São Cristóvão, Nossa Senhora da Glória e Tobias Barreto, e vão atuar na área externa das unidades e ainda em operações táticas de urgência, caso haja casos de rebelião e/ou fuga. A tropa virá para o Estado em três grupos, sendo dois por terra, através de viaturas próprias, e um por via aérea, e estará munida com armamentos e munições letais e não letais.

O pedido para a vinda da Força Nacional partiu do governador em exercício, Belivaldo Chagas. De acordo com o secretário de Estado da Justiça, Antônio Hora, a tropa será chefiada pelo comandante da Polícia Militar (PM), coronel Iunes, e também o diretor do Departamento Penitenciário de Sergipe (Desipe), Agenildo Júnior.

“Desde ontem estamos estabelecendo contato, e nesta quarta, 26, realizamos uma videoconferência, na qual ficou acertado que a Força Nacional enviará de 75 homens. Eles fizeram um mapeamento da situação de Sergipe e entenderam que este quantitativo é suficiente para este momento”, explicou Hora, acrescentando que a tropa permanecerá em Sergipe por tempo indeterminado.

O secretário informou que na videoconferência também ficou acordado que poderá haver uma ação sistemática de recaptura dos fugitivos, envolvendo as Polícias Federal, Militar, Civil, Rodoviária Federal, os guardas prisionais do Desipe e a equipe da Força Nacional.

Continua depois da publicidade

Investigações

As investigações para recapturar os fugitivos de Nossa Senhora da Glória estão sendo coordenadas pela Polícia Civil (PC). Dois delegados foram nomeados para acompanhar o caso e, segundo Antônio Hora, detentos que escaparam serão recapturados nos próximos dias, devido ao trabalho desenvolvido pelo serviço de inteligência da polícia.

Secom Governo de Sergipe

Tópicos Sergipe
Mais Recentes
Comentários
Publicidade