Novo sistema de QR Code será utilizado nas eleições de 2016

Política | 05/08/2015 18h31

qr-code-urnas-eleicoes

A Justiça Eleitoral implantará mais um sistema de tecnologia móvel nas Eleições de 2016, a fim de oferecer uma maior transparência ao processo eleitoral. Para isso, as informações contidas nos Boletins de Urna (BU’s) ao final das votações serão impressas e disponibilizadas em uma sequência de código de barras no formato QR Code ou Código QR – código de barras em 2D que pode ser escaneado por qualquer smartphone – facilitando o acesso da população a todas as informações contidas na urna.

Com o novo sistema o eleitor poderá auditar o resultado das seções eleitorais por meio do seu dispositivo móvel da sua própria casa ou de qualquer outro lugar, de forma rápida e simples, segundo o secretário de Tecnologia da Informação do TRE-SE, José Carvalho Peixoto. “O objetivo é oferecer a maior transparência possível, já que hoje temos 450 mil seções eleitorais e a partir do aplicativo qualquer cidadão que tenha um celular com a tecnologia necessária possa escanear e guardar os relatórios dos BU’s, podendo comparar com os resultados disponíveis pelo TRE”, explica o secretário.

O sistema ainda está na fase de desenvolvimento, a SEVIN/TSE está implementando a impressão do QR Code no boletim de Urna, utilizando o conhecimento adquirido nas eleições de 2014, no qual o código foi utilizado para apoio às atividades de logística de distribuição das urnas nos locais de votação.

Continua depois da publicidade

Como os dados emitidos no boletim são codificados, será disponibilizado também um aplicativo para decodificar com um formato de texto, que será disponibilizado no portal do TSE na Internet. O aplicativo será desenvolvido pelo grupo GT-Mobile, formado por representantes dos tribunais regionais do país, do qual Sergipe é integrante, e estará disponível para as plataformas de IOS e Android. A novidade não terá custos para o eleitor, já que o aplicativo será gratuito. O sistema também não trará custos para a Justiça Eleitoral já que o uso do QR Code é livre de qualquer licença.

Ascom TRE/SE

Tópicos Política
Mais Recentes
Comentários
Publicidade